quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A não perder.....

Tendo como matéria de trabalho o universo do espectáculo de ópera oitocentista, Che Diavolo Fate? desenvolve-se à volta de tudo aquilo que faz com que a paixão pela ópera enquanto género artístico se mantenha e perdure: um sentir que ultrapassa toda a lógica; um excesso que nunca é suficiente; uma loucura trágica e uma raciocínio dramático que, sim, as mais das vezes não fazem sentido, mas que são irresistíveis.

Um tributo, tambem, à voz humana enquanto instrumento, quase um fetiche, que sempre me fascinou.
Luís Carolino, 2009

Ficha Artística:

Criação, Direcção e Composição Coreográfica: Luís Carolino
Música: La Traviata, de Guiseppe Verdi (excertos)
Banda Sonora e Sonoplastia: Luís Carolino
Criação e interpretação: Susana Otero, Rui Marques, Sara Costa Leite e Flávio Rodrigues
Figurinos: Luís Carolino
Desenho de Luzes: João Teixeira
Execução de figurinos: Ana e Rosa Almeida
Canto e apoio vocal: Pedro Teles
Carpintaria: Ricardo Santos
Design Gráfico e fotografia: Patricia Costa

2 comentários:

C. Mantovani disse...

Olá! Passei pra espiar e deixar um mega beijo pra ti....bela semana !

Evuska disse...

Fui ver e adorei..... ;)